Uma história contra o racismo

Em um avião, ao iniciar o voo, uma “senhora” pressionou insistentemente a campainha para chamar a aeromoça: qual é o problema, senhora? – Perguntou à aeromoça – Você não está vendo? – Responde a senhora – Fui colocado ao lado de um índio sujo. Não posso suportar estar ao lado de um desses seres repugnantes, você não tem um outro assento? Por favor, acalme-se “, diz o comissário de bordo.” Quase todos os assentos estão ocupados. Mas, vou ver se há um outro  lugar disponível. A aeromoça se afasta e volta novamente alguns minutos depois: senhora, como pensei, não há mais espaço livre na classe econômica. Falei com o comandante e ele confirmou que não há mais lugares na classe econômical. No entanto, ainda temos um lugar na primeira classe. Antes que a senhora pudesse fazer o menor comentário, a aeromoça continuou: É bastante incomum permitir que uma pessoa da classe econômica se sente na primeira classe. Mas, nessas circunstâncias, o comandante achou que seria escandaloso forçar alguém a sentar-se ao lado de uma pessoa tão repugnante. Todos os passageiros ao redor, observando a cena, ficaram indignados. Então, a aeromoça, dirigindo-se ao índio, diz: Se o Senhor desejar, pegue a sua bagagem de mão, e ocupe uma poltrona na primeira classe. E os passageiros,que presenciram a cena,ficaram surpresos! Eles se levantaram e aplaudiram!!! 

Foto:www.banhate.com

Compartilhar