10 dicas úteis para economizar com seu carro

Saiba como poupar combustível, de forma a diminuir a despesa com o automóvel.

10 dicas importantes que farão você economizar e preservar o meio ambiente.

1. Arranques eficazes: Ligue o motor do carro apenas quando pretender iniciar viagem.

Para que o arranque seja eficaz, apenas rode a chave do seu veículo, não havendo necessidade de pisar o acelerador e utilize a primeira marcha quando está iniciando o movimento, mudando de imediato para a segunda e seguintes. Hoje em dia, com os novos carros a gasolina, já não é necessário esperar que o motor aqueça. Contudo nos motores a diesel, para uma melhor lubrificação do sistema, é aconselhável esperar alguns segundos antes de pôr o carro em andamento.

2. Velocidade vs Consumo: Quando aumenta a velocidade de 100 para 120 km/h, o consumo do seu veículo pode acrescer em 44%, sendo que em norma ao diminuir a velocidade em 10% (para 90km/h) poderá reduzir o consumo de combustível em 15%.

Mantenha a velocidade constante e uniforme, evitando acelerações desnecessárias. Em condução urbana, cerca de 50% da energia é gasta em acelerações desnecessárias.

3. Caixa de velocidades com acelerador: Utilize mudanças altas a velocidades moderadas, pois levam a rotações mais baixas e a um menor consumo, é aconselhável que utilize, sempre que possível, a 4ª ou 5ª marcha na cidade. Mude o mais cedo possível da 1ª para a 2ª marcha, e assim sucessivamente: nos carros a gás isso se faz entre as 1500 e 2000 r.p.m. e entre as 2000 e 2500 r.p.m., nos carros a gasolina.

4. Aproveite a inércia: Deixe a marcha engatada sem pisar o acelerador, aproveitando a inércia que é uma das medidas mais eficazes na redução de consumos (que são quase nulos nos novos motores), evitando freadas e acelerações bruscas. Nas descidas retire o pé do acelerador (controlando a velocidade com as mudanças e freadas, poupa mais energia do que em ponto morto e não é tão perigoso).

5. Pressão dos pneus: Verifique uma vez por mês a pressão dos pneus assegurando-se que estão de acordo com a pressão adequada (que pode encontrar no manual do veículo). A pressão baixa dos pneus pode aumentar os consumos em 8%, ao impasse que uma pressão elevada provoca menor aderência ao piso, sendo que, em ambas as situações é necessária uma antecipação na substituição dos pneus.

A pressão dos pneus deve ser verificada sempre com os pneus a frio, ou seja, que não tenham circulado mais de 3 km.

6. Carga: Retire toda a carga desnecessária do veículo. Em cada 100kg de peso adicional, o consumo do veículo aumenta 5% emitindo também mais gases, esta situação agrava-se significativamente quando conduz em velocidades altas. Além disso, as consequências são um maior desgaste das suspensões, freios e motor.

7. Aerodinâmica: Não deve circular com peso em cima do carro ou outros acessórios, quando não esteja previsto o transporte de carga, dado que podem levar a um aumento do consumo de combustível em 35%. Conduzir com as janelas abertas afeta a aerodinâmica, aumentando os consumos em 5%, assim como ter o porta-malas carregado interfere também.

8. Manutenção correta do motor: O motor é o coração do seu veículo e se estiver em bom estado garante uma condução mais econômica e amiga do ambiente. Respeite todas as revisões e manutenções recomendadas do seu veículo, além de salvaguardar a sua segurança, estará evitando possíveis despesas desnecessárias. Um veículo mal conservado representa em média um aumento de 9% a 30% dos consumos.

9. Condução em descidas: Como já abordamos, em descidas aproveite a inércia do carro (sem comprometer a segurança), mantendo uma marcha engrenada. Trave e reduza a velocidade apenas quando necessário.

10. Condução em subidas: Deve circular com a marcha a mais alta possível (a 2000r.p.m., por exemplo), ainda que tenha que pisar mais no acelerador, sendo que a dica é manter a velocidade alta e o acelerador pisado no meio, reduzindo apenas quando necessário. Isto permite vai permitir fazer menos esforço com o motor e reduzir os consumos.

Compartilhar