A linhaça e seus benefícios comprovados.

Podendo ser encontrada na forma de grão, farinha e óleos, a linhaça desponta como mais um item importante na lista dos superalimentos de origem asiática, a semente de linhaça pertence à família Linácea. Existem dois tipos: a linhaça dourada e a marrom. Não há diferença na composição nutricional entre os dois tipos, ou seja, possuem os mesmos nutrientes, porém a marrom é cultivada em regiões de clima quente e úmido, com uso de agrotóxicos e a dourada é plantada em regiões frias e cultivada de forma orgânica.

A semente de linhaça é fonte de ácidos graxos ômega 3 e ômega 6, minerais, vitaminas e fibras, além de um composto chamado lignana. Justamente por ter estas propriedades, é considerado um alimento funcional. Dessa forma torna-se um alimento saudável e indicado para incluir na alimentação da população. Uma colher de sopa de semente de linhaça tem aproximadamente 66 kcal.

Benefícios comprovados para:

 

O Coração: um estudo publicado em 2010 pelo The Canadian Journal of Cardiology afirma que o aumento na ingesta de ácidos ômega 3 é uma das mais poderosas estratégias de obter benefícios cardiovasculares, pois a presença do ácido alfalinolênico é capaz de diminuir a presença do colesterol ruim na corrente sanguínea, prevenindo de infartos e AVCs.

Para prevenir o câncer: um destes estudos, chamado de Flaxseed oil reduces the growth of human breast tumors (MCF-7) at high levels of circulating estrogen (algo como “Óleo de linhaça reduz o crescimento de tumores de mama como altos níveis de estrógeno circulante”, em português) e realizado pela Universidade de Toronto, sugere que seja o mesmo ácido alfalinolênico o responsável pela ação benéfica.

 

Modo de preparo:

Os benefícios da linhaça se potencializam quando a semente é moída ou triturada. Você pode incluir em preparações como bolos, tortas, sopas ou acrescentar em frutas, iogurtes, vitaminas, etc.Diante as propriedades nutricionais encontradas na semente de linhaça, demonstra ser um alimento muito nutritivo.Portanto, inclua em seu cardápio junto com os demais alimentos de grupos variados e tenha uma boa nutrição.

 

Atenção! Assim como quase todo tipo de complemento natural, a linhaça possui algumas contraindicações às quais devemos ficar muito alertas.

Podemos citar o caso de pessoas com esclerose sistêmica que por vias gerais não devem ingerir sementes de linhaça, pois seu consumo pode causar obstrução intestinal, ou também a conhecida prisão de ventre.

É também contraindicado o grande consumo (ou consumo excessivo) de linhaça de forma repentina, pois pode causar reações alérgicas diversas. Por isso, caso opte pelo consumo de linhaça, o mesmo deve ser feito aos poucos, de forma gradual, até alcançar o montante ideal recomendado pelo médico ou nutricionista.

Obs: Esse site fala de tratamentos naturais alternativos.Portanto, não substitui um especialista. Visite o seu médico regularmente.

Compartilhar