Combata ansiedade, depressão e insônia com esta fruta maravilhosa

A passiflora designa um gênero de plantas que inclui centenas de espécies e o seu fruto é bastante conhecido: o maracujá. Por esta razão, é popularmente conhecida também pelos nomes flor do maracujá. Embora a sua fruta seja protagonista, a planta (raízes, folhas e flores) é, na verdade, a mais utilizada em fitoterapia, sobretudo pela sua ação calmante sobre o sistema nervoso central.

Dentre as suas propriedades nutricionais, destacam-se o elevado teor em antioxidantes flavonoides, alcaloides, que se pensam serem os princípios ativos responsáveis pelos efeitos sedativos e relaxantes da planta, atuando ao nível do sistema nervoso central na regulação dos neurotransmissores como a serotonina, o químico natural associado ao humor e ao bem-estar. Desta forma, a passiflora é especialmente indicada para o auxílio do tratamento de estados de ansiedade, irritação, agitação, estresse, depressões, insônias e outros distúrbios o sono. Salientando que apesar do seu efeito sedativo, a passiflora não altera o estado de lucidez nem causa dependência.

Além da ação calmante natural, a passiflora podem também ser utilizada para fazer cataplasmas (das suas folhas), devido ao seu poder cicatrizante da pele. A infusão das suas folhas tem ainda poder antiespasmódico, anti-inflamatório e depurativo, ajudando no relaxamento muscular, regulação das contrações gastrointestinais (de origem nervosa) e à redução da tensão arterial para níveis saudáveis. Parece, ainda, ter benefícios ao nível da redução dos sintomas indesejáveis da tensão pré-menstrual (TPM) na mulher, auxiliar na concentração nos casos de hiperatividade na infância e melhorar a respiração.

A planta pode ser utilizada ao natural, através da infusão das suas raízes, flores ou folhas desidratadas, ou em suplementos do extrato, como cápsulas, em pó ou em xarope.

Contra-indicações: Não deve ser consumida por pessoas que sofram de hipotensão ( baixa tensão arterial).

Compartilhar