Esta planta não tem preço: ajuda no combate da fadiga sexual, depressão e estresse!

O ginseng foi descoberto há cinco mil anos, nas montanhas do norte da China. Começou por ser utilizado como alimento, mas passou a ter fins medicinais há cerca de três mil anos. Os hidratos de carbono presentes no Ginseng chamam-se saponinas e têm efeitos tanto estimulantes, como sedativos do sistema nervoso central.

Benefícios

Fadiga física ou mental

O ginseng induz o organismo a produzir mais energia e a utilizá-la da melhor forma, evitando assim os sintomas de exaustão.

Impotência ou fadiga sexual

Se quer melhorar a sua vida sexual, experimente incluir o ginseng na dieta. Pesquisadores da Universidade de Guelph, no Canadá, concluíram, através de estudos clínicos, que este ingrediente é capaz de aumentar o desejo e melhorar o desempenho sexual.

Infertilidade masculina

Por ser um estimulante sexual e aumentar a libido, o ginseng é capaz de contribuir para o maior volume de esperma vital presente na ejaculação, aumentando assim as hipóteses de fertilidade no homem. 

Prática de esportes

O ginseng otimiza as capacidades respiratórias e o consumo de oxigênio, melhora a capacidade motora e intelectual e promove a recuperação após o esforço físico. Por aumentar o rendimento desportivo dos atletas e não apresentar efeitos dopantes, a planta é uma grande aliada de diversas equipes olímpicas.

Depressão

Em especial no caso de doentes idosos, a planta pode fortalecer a imunidade e afastar doenças, para além de promover as capacidades físicas e psíquicas, melhorando assim o humor de quem a utiliza.

Estresse

Para além de reduzir os sinais de fadiga enviados pelos neurotransmissores ao cérebro, o ginseng tem influência no funcionamento da glândula suprarrenal e reduz a produção de cortisol, hormônio que provoca o estresse

Coração

Esta doença do coração é uma espécie de arritmia e acontece quando a frequência cardíaca diminuiu para 60 batimentos por minuto. Para quem não é atleta, este estado de fraco ritmo cardíaco é considerado uma patologia. Quando é detectado um ligeiro abrandamento dos batimentos do coração e existem sinais de fraqueza e tontura, o ginseng é indicado para que o corpo produza mais energia.

Arteriosclerose

O ginseng atua para promover a vasodilatação e reduzir a pressão arterial, que está diretamente associada à Arteriosclerose. De um modo geral, a raiz da planta tem poderes medicinais para ter um efeito de cura abrangente sobre o sistema cardiovascular.

 Efeitos colaterais

Ainda não estão comprovados os efeitos colaterais causados pela ingestão do ginseng, no entanto, sabe-se que altas doses podem provocar  hipertensão, ansiedade, nervosismo, insônia, erupções na pele e diarreia.

Atenção! Grávidas e pessoas que sofrem de doença aguda ou pressão alta, não deve ingerir ginseng. Converse com o seu médico antes de optar por tomar.

Obs: Este site fala de tratamentos naturais alternativos. Portanto, não substitui um especialista. Visite o seu médico regularmente.

Compartilhar