Estudante salva a vida de uma criança que se engasgou com um doce no metrô – aplicou um truque aprendido na escola

Nem todos os heróis usam capas, alguns são apenas simples mortais dispostos a ajudar os outros incondicionalmente.

Todos os dias ouvimos muitas histórias tristes onde o mal se veste como protagonista e nos mostra o lado mais terrível e detestável da humanidade, mas felizmente também existem aqueles em que os protagonistas demonstraram bondade, solidariedade e são pessoas que só querem ajudar e não pelo reconhecimento, mas pelo simples prazer de ver outros felizes.

Estas são, sem dúvida, as histórias que merecem ser aplaudidas e compartilhadas.

Maria Lopez costuma viajar no metrô e o que parecia ser um dia comum, acabou sendo um dia muito importante em sua vida e nem imagina que se tornaria a heroína de um menino e toda a sua família seria eternamente grata.

Em 23 de novembro, a jovem estava viajando no metrô de Granada, Espanha, ela nunca imaginou o quanto sua vida mudaria durante a viagem.

Inesperadamente, Maria, de 18 anos e que estuda enfermagem, ouviu os gritos desesperados de uma mãe pedindo ajuda para seu filho.

“Meu filho está se engasgando”, disse a mãe repetidas vezes. “Me ajude por favor, meu filho está se afogando, me ajude!” Ela repetiu algumas vezes com desespero e lágrimas e a mãe bateu na criança para ela reagir.

Maria quando percebeu o que estava acontecendo, correu até a mãe e seu filho, o menino estava com a pele vermelha e roxa e estava com as mãos no pescoço.

A jovem, que não era uma especialista, decidiu aplicar o conhecimento que tinha para salvar a vida da criança.

“Eu não pensei duas vezes quando ouvi como a mãe gritava, as pessoas estavam paradas, me deu muita coragem para para fazer alguma coisa”, disse a jovem.

Maria pegou a criança e sentou em suas pernas e aplicou uma técnica de primeiro socorros. Felizmente, depois de várias tentativas e de não desistir, ela conseguiu provocar o vômito na criança e expulsar a bala com a qual estava se afogando .

Em uma entrevista, a jovem diz que durante as aulas não se saiu muito bem. Mas, felizmente, naquele dia, nada ocorreu de errado e pôde salvar a vida da criança.

Assim que a criança pôde falar, agradeceu Maria por salvar sua vida. Sem dúvida, essa família sempre estará em dívida com ela.

Não temos dúvidas de que essa jovem será uma grande profissional e fará todo o possível para salvar vidas. Ela não apenas aplica o que sabe com certeza, mas também tem coragem para agir rapidamente e a empatia que o mundo precisa.

Leia mais: Mulher com Síndrome de Down engravida de homem com deficiência mental. Quando o bebê nasce? Eles nem podem acreditar

Homem encontra mansão abandonada na floresta, abre a porta e imediatamente fica congelado

Felizmente, ela estava no lugar certo e na hora certa para salvar a vida da criança.

O que você teria feito neste caso? Comente e compartilhe!

Fonte consultada: Ies Aynadamar

Compartilhar