Filha e pai faxineiro são aprovados juntos na Universidade Federal do Ceará

O estudante João Monte Rodrigues, após ficar 34 anos longe da sala de aula, foi aprovado para estudar na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Após concluir o ensino médio, João fez o ENEM junto com a filha, Ester Rodrigues, de 17 anos, com muito esforço e dedicação, conseguiram tirar boas notas e foram aprovados para estudar: Engenharia de Petróleo e Engenharia Ambiental, respectivamente.

No ano de 2012, resolveu voltar a estudar para concluir o ensino médio, pois na época estava desempregado.

“Queria o ensino médio para entrar no mercado de trabalho, porque é o que as empresas pedem”, disse.

A família vive na comunidade indígena dos Tapebas, em Caucaia, Fortaleza. Eles tiveram que se esforçar muito para conseguir as vagas e ficavam estudando até tarde da noite, tirando dúvidas.

Rodrigues, para manter a família, trabalha com faxineiro em uma repartição pública.

“Nessa idade, é mais cansativo, mais difícil, mas conseguimos e terminamos juntos”, contou João.

Embora tenha conseguido a vaga, o curso será realizado em período integral, e para isso, João pretende conseguir a bolsa junto ao Ministério da Educação, concedida aos indígenas, quilombolas e a estudantes de instituições federais que cursam o ensino superior em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Compartilhar