Homem com 90% da pele tatuada diz que mulheres o rejeitam porque ele não é sarado

Matthew Whelan, de 39 anos, considerado o homem mais tatuado do Reino Unido, 90% do corpo, diz ser vítima de rejeição por parte das mulheres porque não é sarado.

Aos 16 anos, Mathew, fez sua primeira tatuagem. Além de preencher quase que totalmente sua pele com desenhos. Ele fez algumas mudanças estéticas: removeu os mamilos, bifurcou a língua e colocou em suas orelhas “marcas de mordida”.

A primeira tatuagem, aos 16 anos

Mathew ,em uma entrevista ao jornal ao “Daily Star”, afirmou que há dois terminou um namoro e a partir daí não conseguiu mais nenhum relacionamento. Ele põe a culpa nas mulheres, pois diz que elas preferem homens sarados, mesmo que sejam “sem conteúdos”.

“Muitas mulheres são rasteiras e só se interessam por homem com corpos parecidos com os dos participantes de Love Island”, disse o britânico, citando um reality show.

Body Art

Ele pretende formar uma família, mas teme que as pessoas tenham “uma percepção diferente do conceito de beleza e corpo perfeito”.

Compartilhar