Jovem inventa um sutiã que pode salvar milhões de vidas após a sua mãe quase morrer de câncer de mama

Hoje você vai conhecer Julian Rois Cantu, um rapaz cuja mãe foi diagnosticada com câncer de mama pela segunda vez.

Após vários anos lutando contra o câncer, a mãe de Julian teve de se sujeitar a uma mastectomia dupla.

“O diagnóstico chegou demasiado tarde e a minha mãe perdeu os seios, e quase perdeu a vida”, conta o adolescente.

Depois de testemunhar a difícil jornada da mãe, Julian, que tinha 13 anos naquele momento, decidiu que queria ajudar as mulheres a detectar o câncer de mama o mais cedo possível e inventou um sutiã inovador.

Embora as mulheres sejam incentivadas a fazer exames nos seios com regularidade, pode realmente ser difícil identificar alterações leves no corpo. Ao pensar nisso mesmo, Julian criou um sutiã com 200 sensores capazes de detectar sinais de câncer de mama precoce.

Esta inovação, que certamente vai salvar milhões de vidas, deve ser utilizada durante uma hora por semana. Ao longo dessa hora, os sensores do sutiã examinam a superfície do peito e reúnem informações importantes, como a textura, cor, temperatura e fluxo sanguíneo.

Os dados são posteriormente enviados por Bluetooth para um computador ou aplicação que vai depois dar a saber se os seios estão saudáveis ou apresentam uma mudança preocupante.

O sutiã foi um sucesso, por isso Julian acabou criando a sua própria empresa, a Higia Technologies, com apenas 17 anos.

O seu objetivo é aumentar a qualidade de vida das mulheres e ajudá-las a prevenir o câncer de mama.

Este jovem empreendedor é o exemplo perfeito do bem que pode resultar de uma experiência negativa.

COMPARTILHE!

Compartilhar