Pai paga última pensão alimentícia com 80.000 moedas de 1 centavo

Um homem natural da Virgínia, nos EUA, despejou 80.000 centavos do lado de fora da casa da sua filha de 18 anos e disse à mãe dela que era o seu último pagamento da pensão alimentícia, mas Avery Sanford e a sua mãe decidiram transformar a situação desagradável numa boa ação, doando os $ 800 (R$ 4.000, 00) a um abrigo para vítimas de violência doméstica.

Avery disse que no mês anterior o pai alugou um trailer basculante, estacionou em frente à casa dela em Richmond e deixou os milhares de centavos na rua.

A mãe, Raven Sickal, inicialmente não reconheceu o homem e perguntou-lhe o que estava acontecendo. “É o último pagamento da pensão alimentícia”, respondeu ele.

Avery Sanford Father Name- Age Family- 80,000 Pennies TikTok Video

 

“Foi quando a minha mãe percebeu quem era. Não foi só a ela que ele envergonhou. Também foi a mim e à minha irmã. É perturbador que ele realmente não tenha pensado nisso antes de fazer o que fez”, disse Avery.

Assim que a futuro estudante da Universidade Virginia Tech ajudou a retirar as moedas da rua – e Raven acabou de relatar o incidente à polícia – conversaram para perceber o que deveriam fazer com o dinheiro.

No final, decidiram doar tudo à Safe Harbor, um abrigo para vítimas de violência doméstica nas proximidades.

“Doar aquele dinheiro a mães e crianças necessitadas realmente transformou a situação em algo positivo. Pode-se aprender uma lição com isto”, explicou Avery.

As ações desta família desencadearam uma onda de gentileza, com muitas doações para organizações sem fins lucrativos de todo o mundo, disse Mary Maupai, diretora de desenvolvimento do Safe Harbor.

“A nossa página de doações online explodiu. Recebemos mais de US $ 47.000 em doações locais, nacionais e internacionais – na Inglaterra e além. Quando soube disso, não consegui segurar as lágrimas”, disse Mary.

Avery disse que não fala com o pai há anos e este incidente prova que ela tomou a decisão certa, embora difícil, de se manter afastada. “Não tenho interesse em relacionar-me com alguém que desrespeita a minha mãe. É muito doloroso e prejudicial para os filhos quando um dos pais faz coisas assim. E não importa a idade dos filhos. Não importa se são crianças ou jovens. As ações dos pais sempre terão algum efeito sobre os filhos”, explicou a jovem.

No entanto, uma estação de notícias falou com o pai de Avery, que disse que as suas emoções o dominaram após 18 anos de frustração e “a última coisa que queria fazer era colocar mais uma barreira” entre ele e a filha.

Fonte: Partilha

Compartilhar