Com ovários maiores que o normal, Ugandesa de 39 teve 44 filhos

Moradora de Uganda, país da África Oriental, Mariam Nabatanzi, de 39 anos, tem 38 filhos biológicos do mesmo homem.

A história dessa mãe chegou às redes sociais por meio de Kassim Kayira, ex-jornalista da BBC, após entrevistá-la.

O jornalista conta que Mariam teve seu primeiro filho com 13 anos, por meio de uma condição abusiva. Na África Oriental, a prática forçada de casar meninas é comum.

Embora tivesse 44 filhos, 6 não sobreviveram e os vivos são 10 meninas e 28 meninos.São três conjuntos de quadrigêmeos, quatro conjuntos de trigêmeos, três conjuntos de gêmeos e oito nasceram individualmente.

Leia mais:

+ O médico mais jovem do Brasil é filho de um pedreiro e uma costureira

+ Casal tem 13 filhos todos meninos e continua tentando ter uma menina

+ Muitos dizem que ela parou de envelhecer aos 20 anos, agora ela tem 41 anos e eles a confundem com a namorada do filho

De acordo com a mulher, logo após o nascimento de seus primeiros bebês, o médico disse que ela possuía ovários bastante grandes. Por conta do diagnóstico, ele, recomendou que ela não tomasse pílulas anticoncepcionais.

Na entrevista, Mariam relatou que o marido a abandou quando nasceu seu último filho. Ela considera que abandonar uma mãe com tantos filhos é um crime, especialmente porque as crianças precisam da atenção de um pai.

Ela diz ainda que os pais deveriam ter as responsabilidades de cuidar também dos filhos.

O que você achou dessa história?

Compartilhar