Uma estudante perdeu a vida congelada porque o motorista a expulsou do ônibus

Resultado de imagem para замерзла дівчина

As pessoas precisam ter mais empatia! Uma garota, de 21 anos, perdeu a vida pela falta de humanidade de um motorista de ônibus.

Iryna Dvoretska, uma estudante de medicina, foi expulsa do ônibus por não ter dinheiro para pagar a passagem.

A estudante foi abandonada em um local onde a temperatura estava 20 graus abaixo de zero.

Na ocasião, ela precisava visitar a mãe que estava doente e hospitalizada numa cidade no norte da Ucrânia, e como estava com pressa, não verificou se estava com dinheiro. E aí o motorista exigiu que ela descesse do ônibus.

Ao descer do veículo, é possível que a jovem tenha continuado caminhado, mas resolveu procurar um atalho pela floresta e se perdeu, morrendo congelada.

O pai dela, que é guarda-florestal, foi quem encontrou o corpo da filha depois de 48 horas de buscas intensas.

O motorista não levou em consideração que a temperatura estava muito baixa e a próxima cidade ficava muito distante a pé. Quando o corpo foi encontrado, o medo estava estampado na face de Iryna.

A causa da morte foi hipotermia dos órgãos internos. As autoridades estão investigando o caso. Se o motorista for considerado culpado, poderá pegar até 5 anos de prisão.

Muitos comentários nas redes sociais apontam que o motorista não teve empatia, deixar uma pessoa morrer por causa de uma passagem de ônibus.

A jovem poderia ter um futuro promissor como médica, mas lhe foi tirado por uma atitude condenável de um motorista.

O que você acha dessa história? Seu comentário é muito importante!

Compartilhar